Polícia apreende animais silvestres criados em cativeiro em Fortaleza e Maracanaú; três pessoas foram autuadas

 Animais mantidos em cativeiro em Fortaleza e em Maracanaú foram resgatados. — Foto: Divulgação

Três pessoas foram autuadas nesta quarta-feira (10) suspeitas de manter animais silvestres em cativeiro em residências no Bairro Granja Portugal, em Fortaleza, e no município de Maracanaú. A polícia investiga se os animais eram comercializados e se sofriam maus-tratos.

De acordo com a titular da delegacia do Batalhão de Polícia de Meio Ambiente (BPMA), Maria Carolina Barreira, foram apreendidos diversos pássaros, como papagaios, periquitos e tucanos, além de três cágados, pebas e outros animais.

"São diversos animais que deveriam estar na natureza e estavam em cativeiro. Encaminhamos os animais para um instituto que vai analisar o estado deles e caso seja confirmada a prática de maus-tratos a pena pode ser maior", explicou.

Comercializar e manter animais em cativeiro é crime e pode ocasionar detenção de seis meses a um ano, e multa. Já para quem pratica maus-tratos a pena é detenção, de três meses a um ano, e multa, conforme a Lei de Crimes Ambientais. 

 

(G1/CE) 

Tags