Andrezinho de Ouro pode ficar preso por até 30 dias caso não pague dívida de pensão

 Cantor de forró ficou conhecido pela passagem na banda Pé de Ouro

 

Preso por uma dívida de pensão alimentícia orçada em quase R$ 60 mil, o cantor Andrezinho de Ouro pode ficar preso por até 30 dias. O período foi estipulado em mandado de prisão da Comarca de Caucaia, na sexta-feira (9). O vocalista segue encarcerado na Delegacia de Capturas e Polinter (Decap), em Fortaleza.

Paulo Ricardo Abreu de Lacerda Filho, advogado do cantor, informou que todas as medidas judiciais cabíveis estão sendo tomadas.

A defesa declarou ainda já haver uma Revisional de Alimentos tramitando na Comarca de Caucaia, desde junho de 2019. O documento foi anexado ao processo que gerou a prisão. Com a Revisional, busca-se uma adequação dos valores à atual situação econômica do artista. 

Cantor foi preso antes de começar show em restaurante de Fortaleza

O cantor de forró Andrezinho de Ouro, conhecido por passagem na banda Forró Pé de Ouro, foi preso antes de iniciar um show em um restaurante, localizado no bairro Antônio Bezerra — na noite de sexta-feira. 

Andrezinho possui dívida de duas ações de pensão alimentícia: valores mensais de R$ 1,9 mil, no município de Caucaia, e a outra em Fortaleza, de R$ 1,2 mil.

O forrozeiro arrumava os equipamentos de som quando uma das ex-companheiras dele chegou ao local com a ordem de prisão, seguida de policiais, conforme informou a atual esposa do cantor.

A dívida do cantor em atraso é somada em cerca de R$ 58 mil, segundo informou a atual companheira do forrozeiro.

Andrezinho publicou vídeo no Instagram, momentos antes da prisão, relatando sofrer injustiça. "Estou aqui preparando para fazer um show. Infelizmente, estou sendo conduzido, vou ser preso agora. Porque há muito tempo eu venho sofrendo uma injustiça, da Justiça de Caucaia e Fortaleza". 



(Diário do Nordeste)

Tags