Jovem é presa suspeita de envolvimento em morte de homem em evento político no Ceará

 Homem é morto a tiros em evento político em Pentecoste, no Ceará. — Foto: Reprodução

 

Uma jovem de 18 anos foi presa na madrugada desta quinta-feira (15) suspeita de envolvimento na morte de um homem que participava de um evento político em Pentecoste, no interior do Ceará. A prisão ocorreu poucas horas após o crime. A vítima, um homem de 27 anos, foi assassinada a tiros. As polícia segue investigando o caso para identificar e capturar outros envolvidos no crime.

Segundo a Polícia Civil, o homem chegou a ser socorrido para uma unidade hospitalar, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Conforme as apurações iniciais, a motivação do crime seria a disputa entre organizações criminosas da região. A Polícia Civil também informou que a suspeita de crime político foi descartada.

Buscas

Momentos após o crime, equipes do 11º Batalhão da Polícia Militar e da Delegacia Municipal de Pentecoste iniciaram as buscas. Naiara Firmiano Mota foi identificada e capturada no Bairro Barreiro.

Ela foi conduzida para a unidade policial, onde foi ouvida e autuada em flagrante pelo crime de homicídio doloso. Quando adolescente, Naiara possuía atos infracionais análogos aos crimes de homicídio doloso, tortura e tentativa de lesão corporal.

O crime

A morte do homem que participava de um evento político foi confirmada pelo candidato a deputado federal, Mauro Benevides Filho (PDT), um dos organizadores do evento. Os candidatos Juliana Lucena e Daniel Castro também participavam, além de lideranças políticas municipais.

Vídeos feitos após o crime mostram pessoas correndo saindo do local; e, em um deles, é possível ouvir um estampido.

O candidato Mauro Filho informou que o evento acontecia em um buffet fechado, com cerca de mil pessoas. Ele estava no palanque quando, pelo menos, um homem armado entrou no local e atirou contra a vítima. 

 

 

(G1/CE)

Tags