Americanas pede à Justiça que luz e telefone não sejam cortados

 Americanas (AMER3) está em processo de recuperação judicial.(foto: FÁ...

 

A Americanas (AMER3) foi à Justiça solicitar proteção contra cortes no fornecimento de luz, internet e telefonia em suas lojas. O pedido foi feito nessa segunda-feira, 30/1. A empresa vem sendo alvo de cobranças de concessionárias estaduais, como Enel São Paulo e Light, que atende a região metropolitana do Rio de Janeiro.

Na petição, a varejista pede proteção contra os cortes e solicita que seja estabelecida multa diária de R$ 100 mil em caso de corte.

Somente no Rio de Janeiro, a dívida chega a R$ 919 mil, enquanto em São Paulo passa dos R$ 440 mil.

Já no que se refere à telefonia, o débito da Americanas com a Claro passa dos R$ 24 milhões.

Em relação a aluguel atrasado, uma ação de despejo contra a Americanas está em andamento por atrasos no aluguel de um espaço no Plaza Shopping, em Niterói-RJ. Quem administra o centro comercial é o consórcio Aliansce Sonae + BR Malls e a dívida é de R$ 319 mil.

 

(O Povo)

Postagens mais visitadas