Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo Bandeira // 1 de novembro de 2018

 

O juiz encarregado de julgar o atacante Neymar na Espanha pelas irregularidades de sua transferência do Santos ao Barcelona acredita que o brasileiro poderá ser condenado a até seis anos de prisão, informaram nesta quarta-feira fontes judiciais próximas ao caso.

Neymar, seus pais, o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, e seu antecessor, Sandro Rosell, serão julgados na Espanha por fraude.

O caso emana de uma denúncia do grupo brasileiro DIS, ex-dono de parte dos direitos federativos do jogador e que se considera prejudicado na transferência de Neymar do Santos para o Barcelona em 2013.

Nesta quarta-feira, o juiz José María Vázquez Honrubia considerou que a acusação feita pelo DIS pelo delito de "fraude" pode acarretar "de quatro a seis anos de prisão" para Neymar, segundo um relatório do magistrado ao qual a agência AFP teve acesso.

Como o jogador pode receber sentença superior a cinco anos de prisão, a legislação espanhola obriga o julgamento a ter três juízes, o que poderia atrasar ainda mais o início do julgamento, que segue sem data para começar.

Em nota, a assessoria do grupo NR Sports, que gerencia a carreira de Neymar, declarou que ainda não foi notificado oficialmente do caso, e entende que a decisão é favorável ao jogador.

"Ao se declarar incompetente para julgar o caso, o juiz Jose María Vázquez Honrubia, reforça o pedido que foi negado à defesa do atleta Neymar Jr. que contestava competência desta corte em julgar o caso. Consequentemente todos pedidos e atos praticados por essa corte tornam-se nulos. Conclusão: Fica claramente demonstrado que a Espanha não tem jurisdição para julgar a demanda da DIS", afirma a nota.

Em um primeiro momento, o Barcelona divulgou que a contratação de Neymar teria custado 57,1 milhões de euros ao clube (40 milhões para a família de Neymar e 17,1 para o Santos), mas a justiça espanhola calcula que o verdadeiro valor da transferência seria de 83,3 milhões de euros.

O DIS, que recebeu 6,8 milhões de euros dos 17,1 pagos ao Santos, acusa o Barcelona e Neymar de ocultarem o valor real da negociação.

O Ministério Público espanhol apresentou pedido de dois anos de prisão para Neymar, que, em depoimento à justiça espanhola, se defendeu das acusações, afirmando que apenas se concentrava em jogar futebol e que confiava cegamente nas decisões de seu pai, que também é seu empresário.

Globo Esporte
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire