Você está em: CEARA // Notícia de Anselmo Bandeira // 6 de novembro de 2018

 

A cidade de Sobral, na Região Norte do Ceará, está entre as cidades mais quentes do País, segundo estudo do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Na terça-feira (30), o município registrou a temperatura de 38,3 graus. Sobral ficou atrás apenas dos municípios de Esperantina (PI) com 39,1, Bacabal (MA) com 39,0, Sonora (MS) com 38,7 e Piripiri (PI) com 38,7 graus.

Em outros cinco dias do mês, a cidade cearense esteve entre as dez mais quentes do Brasil. Na segunda-feira (29), a temperatura máxima em Sobral chegou aos 38,7 graus. Nos dias 23 e 24 de outubro, a temperatura chegou aos 38,7 e 37,9 graus. Fato repetido dos dias 22 (37,9 graus) e 21 (37,8 graus).

Mais quente do Ceará

Já no âmbito local, no mês de outubro, de acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), Sobral foi a cidade que registrou maior temperatura chegando aos 40,0 graus e umidade 17%, no dia 20 de outubro.

Conforme o supervisor da Unidade de Tempo e Clima da Funceme, Raul Fritz, o forte calor e a baixa umidade nesta época do ano é comum nesta época, já que não há chuvas.

“É esperado, pois não há chuvas. No momento temos poucas nuvens e também pouca nebulosidade. E sem as chuvas a umidade também cai consideravelmente”, explica.

O supervisor da Funceme alerta também para baixa umidade que em algumas cidades está na casa dos 12% e 20%. “No município de Iguatu registramos umidade 12% e no Crato 14%. Valores preocupantes e que merecem cuidados”, disse.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera estado de observação os níveis de 40% a 31% da umidade relativa do ar. Quando ela atinge índices abaixo dos 30%, há estado de atenção. Se a umidade atingir níveis entre 20% e 12%, ocorre o estado de alerta.


Prevenção



Para evitar os danos à saúde, é recomendado proteger a cabeça contra o sol e usar chapéu, roupas leves, calçados confortáveis constituem algumas recomendações importantes.

Os médicos também pedem moderação com os exercícios físicos, principalmente nas horas de sol mais forte, pois a seca reduz a capacidade do corpo para a prática de atividades.

Os portadores de doenças respiratórias precisam privilegiar ambientes arejados e devem tomar sol nos horários em que os raios estejam mais fracos - antes das 10h e depois das 16h.

G1
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire