Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 7 de janeiro de 2019


O secretário da Segurança Pública do Ceará, André Costa, afirmou que a nomeação do novo secretário de Administração Penitenciária do estado, Luís Mauro Albuquerque, provocou a onda de ataques criminosos que atinge o estado desde quarta-feira (7). Segundo André Costa "a criminalidade já conhecia o trabalho" do novo gestor da pasta que administra os presídios do Ceará. 

Em todo o estado, ocorreram 127 ações criminosas nos últimos seis dias. Criminosos incendiaram veículos do transporte coletivo, prédios públicos, agências bancárias e comércios.

De acordo com André Costa, só a indicação de Luís Mauro já causou uma reação negativa por parte dos criminosos. "Só a indicação dele já causou essa reação dos criminosos. O Governo do Estado do Ceará já conhecia o trabalho do secretário no Rio Grande do Norte. Obviamente também a criminalidade já conhecia já que é um estado vizinho e próximo". 

A sequência de ações criminosas ocorreu após uma fala à imprensa de Mauro Albuquerque, que prometeu fiscalizar com mais rigor a entrada de celulares nos presídios. Desde o início da onda de crimes, agentes penitenciários apreenderam 407 celulares em presídios. Em uma das ações, os presos fizeram um motim em uma unidade prisional da Grande Fortaleza. 

(G1)
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire