Você está em: CEARA // Notícia de Anselmo // 19 de março de 2019

 
 
Uma ação idealizada pela Prefeitura de Fortaleza, em parceria com os clubes Ceará e Fortaleza, voltada para combater o assédio sexual, foi realizada momentos antes do Clássico-Rei, deste domingo (17), na Arena Castelão. A iniciativa faz parte do Programa de Combate ao Assédio Sexual no Transporte Público, com a divulgação da campanha e o botão virtual de denúncia "Nina".
 
 
Entre as ações do programa, também estão o enfrentamento do problema, no sentido de incentivar a denúncia, coibir o assédio sexual, gerar informação e conscientizar a população. Na ocasião, jogadores alvinegros e tricolores entraram em campo com camisas e faixas alusivas à campanha de conscientização.
 
 
Na oportunidade, também foram veiculados vídeos nos telões da Arena Castelão e distribuídos panfletos para os torcedores, com detalhes do botão virtual de denúncia "Nina", nova funcionalidade disponível no aplicativo Meu Ônibus Fortaleza, agora utilizado para facilitar o processo de denúncia de casos de assédio sexual ocorridos em transportes públicos.
A Campanha Respeito Coletivo e o botão virtual de denúncia "Nina", que ganhou apoio do futebol cearense e foi implantado como projeto-piloto no aplicativo Meu Ônibus Fortaleza, são ações coordenadas pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (Paitt). A ação também conta com a articulação da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), com a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), a Coordenadoria de Participação Social, a Coordenadoria de Políticas Públicas para Mulheres de Fortaleza, a Casa da Mulher Brasileira e a Delegacia da Mulher.
Botão de denúncia
O aplicativo Meu Ônibus Fortaleza é disponível para Android. Ao acionar o botão virtual, a vítima ou a testemunha que presenciar o assédio sexual no transporte público deverá fornecer algumas informações sobre o evento, como número do veículo e o horário. O caso pode ser encaminhado pelo Sindiônibus à Polícia Civil em até 72 horas.
Diário do Nordeste Online
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire