Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 29 de junho de 2019

Um apartamento pegou fogo no 6º andar de um prédio no bairro Água Verde, em Curitiba, na manhã deste sábado (29). Quatro pessoas ficaram feridas.
De acordo com o Corpo de Bombeiros, as vítimas são um garoto de 11 anos, uma mulher de 23 e dois homens de 27 e 30 anos.
A criança precisou ser reanimada, segundo os bombeiros. O menino foi arremessado do prédio, com a força da explosão. Ele caiu do 6º andar, conforme o major Eduardo Pinheiro, do Corpo de Bombeiros.
O garoto foi encaminhado ao Hospital do Trabalhador, que informou que ele teve uma parada cardiorrespiratória. O estado de saúde do menino é grave. Por volta das 11h30, ele passava por uma cirurgia.
As outras três vítimas foram levadas para o Hospital Universitário Evangélico Mackenzie. Pelo menos, cinco médicos atenderam cada uma delas. O estado de saúde delas é considerado grave.
Explosão
Uma explosão foi registrada no imóvel e, então, houve o incêndio, conforme a Polícia Militar (PM). O apartamento fica no último andar do prédio, localizado na Rua Dom Pedro I.
As paredes do apartamento desabaram, e as chamas tomaram conta dos cômodos.
Uma moradora, que ficou presa nos escombros, gritava pedindo socorro. Dois homens entraram no apartamento para tentar ajudar. Um deles conseguiu chegar até a mulher e tirá-la dali.
A situação aconteceu por volta das 9h30. Bombeiros foram ao para controlar o incêndio.

Testemunhas relataram à RPC o que viram. A vizinha do apartamento que explodiu contou que a janela do imóvel dela foi arremessada.
"Foi descendo gesso em cima da gente, aquela fumaceira. Meu esposo me chamava, e eu chamava ele. A gente só conseguiu achar a porta e sair correndo. Eu tinha acabado de sair do banho e veio aquele estrondo", contou Elide da Silva.
Elide contou que as pessoas que estavam no apartamento pediam por socorro, mas ela e o marido não conseguiram entrar porque a porta estava trancada e porque tinha muita fumaça.
"Eles gritavam: 'socorro, socorro, tem gente aqui'. Era um grito de dor, e isso me deixava mais em desespero. A porta estava trancada, e nós não conseguíamos fazer nada", disse a vizinha.
O vizinho de um prédio, que fica a cerca de 200 metros do edifício em que houve o incêndio, contou que sentiu a explosão e que viu quando as vítimas foram retiradas.
"Eu ouvia a gritaria. Quando eu vim aqui na frente do prédio, eu vi que tinha uma criança no chão, na calçada estirada, algumas pessoas vindo queimadas. Aí que a gente começou a ver a gravidade da situação", explicou Nader Abdo Assaf.
Ele contou que, inicialmente, achou que algo tivesse acontecido no edifício onde ele mora. "Dentro da minha casa, além da energia cair, tremia bastante coisa. Eu desci correndo", relatou Assaf
Estilhaços da explosão chegaram a atingir prédios da vizinhança. A explosão foi sentida nos arredores do edifício.
Prédio interditado
A Prefeitura de Curitiba informou que a Comissão de Segurança de Edificações e Imóveis (Cosedi) interditou o edifício temporariamente.
Os pertences de todos os moradores estão sendo retirados do prédio, com o apoio do Corpo de Bombeiros.
G1
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire