Você está em: REGIONAL // Notícia de Anselmo // 29 de junho de 2019

A Polícia Civil prendeu um trio suspeito de aplicar golpes bancáriosem diversas cidades do Ceará. Dois homens e uma mulher, que já vinham sendo investigados, foram presos em flagrante no Centro de Nova Russas, na manhã dessa quinta-feira (27).  
De acordo com as investigações, o grupo já tinha aplicado o golpe nas cidades de Crato, Orós, Milhã, Independência, Mombaça, Crateús, Juazeiro do Norte, Nova Russas, Pedra Branca e Senador Pompeu. 
Maria do Carmo Ferreira Alves Soares, de 59 anos, e Eurides Alves de Oliveira, de 54 anos, que são irmãos e possuem antecedentes por estelionato e furto, atuavam acompanhados de Francisco Welhos Martins da Silva, de 33 anos, sem antecedentes. Os três foram detidos com diversos cartões bancários de terceiros, anotações com nomes de cidades onde pretendiam agir e comprovantes de transações bancárias, além de uma quantia em dinheiro. 
Prisão da quadrilha
O grupo estava no bairro Centro, em Nova Russas, pronto para aplicar mais um golpe, quando o funcionário de um comércio percebeu que o trio estava assediando pessoas que estavam no serviço de correspondente bancário. Uma equipe da Delegacia Municipal de Nova Russas foi chamada para o local e realizou a prisão dos três integrantes. 
Segundo o delegado Francisco Jailton, os crimes consistiam em Maria do Carmo abordar uma pessoa que estava na fila, em geral, pessoas humildes, com o pretexto de auxiliar a fazer o saque de algum benefício do Governo.  
A pessoa aceitava o auxílio e a estelionatária, que já tinha outro cartão do mesmo banco, fazia troca. Durante a aplicação do crime, a suspeita decorava a senha e, posteriormente, anotava em um papel. Com cartão e senha em mãos, ela se dirigia para um caixa e efetuava o saque. Se não tivesse valor disponível, o grupo realizava empréstimos ou outras transações bancárias. O veículo que era utilizado pelo trio foi apreendido. 
Ainda de acordo com os levantamentos, Eurides Alves ficava próximo aos locais bancários observando as pessoas que iriam utilizar o serviço. Welhos Martins era o motorista do grupo e ficava aguardando a dupla para prosseguir para os saques ou próximos delitos. Três boletins de ocorrência já tinham sido registrados na Delegacia municipal e o grupo vinha sendo investigado há um mês.  
Os suspeitos confessaram que tinham atuado em Orós, Milhã, Independência, Crateús e Nova Russas, mas as investigações apontam que o número de cidades e vítimas é bem maior. "Encontramos um caderno com uma rota que o grupo vinha fazendo", afirma o delegado. O trio é de Juazeiro do Norte. 
As investigações continuarão com o objetivo de identificar e prender outros envolvidos no esquema, além de ouvir e procurar outras vítimas dos suspeitos.
Disque denúnca
A população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (88) 3672-6102, da Delegacia Municipal de Novas Russas. O sigilo e o anonimato são garantidos. 
Diário do Nordeste
Caderno: REGIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire