Você está em: NACIONAL // Notícia de Fagner Freire // 3 de novembro de 2019


Em nota, a assessoria de imprensa da banda informou que "em meio a uma série de ondas aparentemente perfeitas, os músicos resolveram fazer uma pausa e irem para a praia testarem-se fora da única formação que conheceram desde que se juntaram para fazer um som em 1991". 

"Não teve briga nem nada que pesasse para uma decisão figadal. Somente um desejo por experimentação, por correr riscos e buscar outras formas de realização sem ser como Skank", diz o comunicado.
"Não precisa nem de decadência, nem de guerra para terminar alguma coisa", afirmou Samuel Rosa, cantor e guitarrista do Skank, no texto.
Em 2020, a banda vai fazer uma turnê para comemorar os 30 anos de atividade, com datas a serem anunciadas em janeiro. Também deve lançar o álbum "30 hits", com uma faixa inédita. 

Em entrevista ao jornal "Folha de S. Paulo" publicada neste domingo, Samuel Rosa, líder do quarteto mineiro, afirmou que "várias bandas já morreram, mas nem sabem disso e continuam existindo". 

"Eu poderia ser linchado pelos outros integrantes, mas se o Dinho [Ouro Preto, do Capital Inicial] e o Rogério [Flausino, do Jota Quest] estivessem na minha frente, eu sugeririra também para eles um voo solitário."


(G1)
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire