Você está em: CEARA // Notícia de Anselmo // 20 de junho de 2020

Decisão do arcebispo tem o objetivo de não excluir fiéis e não colocar em risco a saúde de frequentadores 


Apesar de ter reabertura prevista na segunda fase do plano de retomada econômica do Estado, as igrejas católicas de Fortaleza não têm data para voltar a realizar atividades presenciais. Com a Capital avançando para a Fase 2 a partir desta segunda-feira (22), templos religiosos poderão funcionar com até 20% da capacidade. No entanto, a assessoria de Comunicação da Arquidiocese informou que continua com a decisão de esperar até que as condições de segurança sanitária permitam o funcionamento pleno das igrejas.

  Em carta circular publicada no dia 1º de junho, data em que o plano de retomada da economia começou a ser implementado no Ceará, o arcebispo dom José Antônio Tosi Marques afirma que ainda não é o momento de reabertura. “Quem poderia escolher quem participaria das missas e quem não? Ademais, nosso povo tão religioso costuma encher as igrejas para as celebrações. Como conter que saiam de casa apenas alguns e outros não?”, questiona no documento.

A volta das missas em Fortaleza deve ocorrer apenas quando for permitida a abertura com 100% da capacidade de fiéis, segundo a arquidiocese, o que não tem data para ocorrer.
O padre Clairton Alexandrino afirma que o arcebispo não quer “atropelar” os processos de reabertura e está preocupado com a saúde das pessoas. O pároco da Catedral explica também que José Antônio não quer privilegiar alguns grupos, como quem pode ir até as igrejas de carro ou quem tem condições de agendar por telefone. “Ele quer ter uma visão de conjunto e também adquirir a garantia de que já não haverá problema de transmissão do vírus para outras pessoas”, diz.
  Fiscalização

Para as igrejas e templos que deverão abrir, haverá fiscalização e protocolos de segurança rigorosos a serem seguidos, conforme o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio. Em entrevista ao Sistema Verdes Mares, ele afirma que as regras de funcionamento devem ser publicadas em um decreto oficial do município.

“Além da fiscalização, a gente confia muito na corresponsabilidade. Esse processo de reabertura, como foi construído a muitas mãos, a gente está acreditando muito na responsabilidade de quem está com o direito de abrir de cumprir os protocolos e responsabilidades sanitárias que foram negociados”, diz o prefeito.

Desde março, quando foi decretado o isolamento social no Estado, templos religiosos são proibidos de terem qualquer celebração presencial. A partir de segunda, apenas igrejas de Fortaleza poderão retomar o funcionamento, já que a Capital entra na Fase 2 do plano de reabertura proposto pelo governo. Cidades da Região Metropolitana avançam para a Fase 1 e o restante dos municípios segue na fase de transição. Sobral e Juazeiro do Norte são as únicas que devem manter o isolamento rígido.




Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire