Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 13 de agosto de 2020


A atual taxa de transmissão do novo coronavírus divulgada pela Secretaria Estadual da Saúde do Ceará (Sesa-CE) é a menor já vista desde o mês de março de 2020, quando os números relacionados à pandemia começaram a ser informados pela Pasta. Conforme dado mais recente disponibilizado por meio da plataforma IntegraSUS, o número de reprodução efetiva de casos (RT) no Estado é de 0,64.

Até o fim da tarde de ontem, 192.652 casos de Covid-19 eram confirmados no Ceará. 8.076 pessoas morreram e 164.954 se recuperaram da doença. A atual taxa de letalidade da doença é 4,19.%.

O RT mostra que para cada pessoa positivada com Covid-19 no Ceará, esta, não necessariamente transmite o vírus a outra. Atualmente, todas as regiões do Estado estão com RT abaixo de um. O maior índice é o observado no Sertão Central, com 0,94.

Há cinco meses, conforme a Secretaria, a taxa de transmissão era de 1,78. No dia 17 de março houve o pico da transmissibilidade do novo coronavírus, chegando a 2,0 em nível estadual e 2,02 na Capital.

Com a diminuição da taxa de transmissão, também cairam as taxas de ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e das enfermarias.

De acordo com o boletim epidemiológico, ontem, a ocupação das UTIs estava em 59,23% e das enfermarias 34,08%. No último 17 de março os números eram 72,21% referente aos leitos das Unidades de Terapia Intensiva e 40,44% das enfermarias.



Diário do Nordeste
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire