Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 28 de setembro de 2020




O registro de crimes realizados via internet é realidade cada vez mais presente na rotina policial. Para combater esse tipo de ação, o governador Camilo Santana sancionou na manhã desta sexta-feira (25) a criação da Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC). A proposta de implantação do órgão havia sido encaminhada pelo Governo do Ceará no fim do mês de agosto para a Assembleia Legislativa, onde foi votada e aprovada pelos deputados estaduais.

Ao assinar a criação da especializada o governador Camilo Santana afirmou que com a evolução da tecnologia da informação também vieram os crimes cometidos através da internet. “Acompanhando a evolução tecnológica e da conectividade no mundo, estamos criando uma delegacia exclusiva para reprimir crimes como fake news ou aqueles que utilizam computadores e celulares para fazer extorsões, enfim. Essa delegacia vai trabalhar com tudo o que há de mais moderno, com tecnologia”, frisou o governador.

A fim de assegurar o desempenho esperado, Camilo Santana anunciou que serão feitos todos os investimentos necessários. “De imediato o secretário e o delegado-geral estão autorizados a iniciar toda a estruturação para que possamos aprofundar e melhorar o combate aos crimes cibernéticos aqui no Estado do Ceará”, declarou o governador, avaliando a medida como sendo “mais uma iniciativa importante para o combate ao crime”.
 
 
(SSPDS)
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire