Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 28 de setembro de 2020

Anos atrás, um padre obteve habeas corpus e impediu o aborto de uma jovem.


 O Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou uma decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que determina que um padre pague R$ 398 mil de indenização a um casal de Goiás.

O sacerdote é acusado de ter interrompido um aborto autorizado pela Justiça.

Em 2005, uma jovem, 19 anos, descobriu que o bebê em seu ventre tinha uma síndrome que impedia o desenvolvimento de órgãos como pulmão e tórax.

Ela conseguiu autorização para interromper a gravidez, mas o padre obteve habeas corpus e impediu o procedimento quando ela já estava no hospital tomando medicamentos para induzir o aborto.

A jovem foi para casa. Dias depois, deu à luz um bebê que morreu pouco tempo depois, destaca o jornal Folha.

Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire