Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 13 de outubro de 2020

 


A Justiça Eleitoral considerou irregular o anúncio pago pela campanha do Capitão Wagner (Pros) que fazia o nome do candidato aparecer em primeiro lugar nas buscas do Google quando pesquisado o nome de Sarto Nogueira (PDT). Os dois são candidatos à prefeitura de Fortaleza. Segundo a decisão, o anúncio “gera confusão no eleitor”. Foi dado o prazo de uma hora para que a prática fosse cessada. Em caso de descumprimento, seria cobrada multa diária de R$ 5 mil.

A liminar, assinada pelo juiz Ademar da Silva Lima, da 2ª Zona Eleitoral de Fortaleza, foi publicada no domingo (11). Também foi requerido que a empresa Google informe as datas de veiculação do anúncio e das suspensões no prazo de dois dias.

O juiz diz que a conduta de utilizar os anúncios do Google para fazer os links relacionados a Wagner aparecerem antes dos endereços de Sarto é “desleal” e “fere o mínimo de moralidade que deve guiar toda a propaganda eleitoral”.

De acordo com nota da coligação “Uma Fortaleza de Todos”, que inclui Capitão Wagner, “o uso da ferramenta de busca do Google foi executado de acordo com a legislação eleitoral e com o objetivo de melhor informar os eleitores”. O texto ainda afirma que não foi contratado o termo de busca com o nome de candidatos adversários.

 

 

(G1/CE)

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire