Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 6 de outubro de 2020




O Tribunal de Justiça de Goiás inocentou padre Robson de Oliveira das acusações de lavagem de dinheiro, em decisão unânime, nesta tarde de terça-feira, dia 6 de outubro. A informação foi confirmada pela defesa do sacerdote ao jornal Correio Braziliense.


O julgamento do religioso aconteceu no início desta tarde e durou apenas 40 minutos, com a decisão proferida pelo desembargador Nicomedes Domingos Borges e acompanhada por todos os demais membros da 1ª comarca criminal. A partir de agora, a ação movida movida pelo Ministério Público de Goiás fica arquivada.


“Com isso, fica reconhecido que não houve a qualquer ilicitude praticada pelo religioso, que sempre se dispôs a esclarecer toda e qualquer dúvida sobre a sua atuação na Afipe ou em qualquer outro âmbito de evangelização”, disse o advogado de defesa Pedro Paulo de Medeiros, ao Correio.


“A associação presidida pelo pároco é de natureza privada e não houve qualquer desvio de valores, sendo certo que todos os investimentos foram aprovados pelos membro da associação. A decisão do tribunal reconhece o que a defesa já havia dito há algum tempo. Esperam, com isso, que o sacerdote possa ter a sua biografia restaurada“, ressaltou o advogado.


Correio Braziliense

Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire