Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 2 de outubro de 2020

 


Com o objetivo de coibir a atuação de grupos criminosos no condomínio habitacional Cidade Jardim 2, no bairro Conjunto José Walter, em Fortaleza, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), por meio da Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol), deflagrou uma operação que contou com a participação das instituições vinculadas e também de forças amigas estaduais e municipais nesta quinta-feira (1°). Uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da SSPDS sobrevoo toda a região durante os trabalhos nos blocos que compõem a habitação coletiva. Uma rinha de galo foi descoberta em um dos imóveis.

Foram empregadas equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE), da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). “O intuito da operação é combater a criminalidade aqui dentro do Conjunto Cidade Jardim ll. Nosso foco é evitar crimes como homicídios, roubos e outros tipos de delitos. Estamos agindo por todos, buscando ajudar todas as famílias que aqui residem”, destaca a delegada Socorro Portela, coordenadora de Planejamento Operacional da SSPDS.

Além das forças de segurança, a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) e a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP) atuaram com a utilização de tratores e caminhões na derrubada de muros e retirada de grades irregulares nos imóveis. Conforme trabalho de inteligência, algumas dessas estruturas são financiadas por grupos criminosos com a intenção de dificultar o trabalho das forças de segurança e a disponibilização de serviços à população.

“Em toda ocorrência de emergência, seja policial ou que necessite a presença dos bombeiros, por exemplo, os agentes de segurança estavam tendo dificuldade para conseguir entrar nos imóveis. E esse tempo perdido para realizarmos a ação pode significar muito para uma vida. É o caso de uma ocorrência recente em que um incêndio ocorreu aqui na comunidade e os bombeiros militares tiveram a chegada ao local dificultada. A Polícia Militar do Ceará está aqui como uma instituição de apoio para aqueles órgãos fiscalizadores, nesse caso, a Agefis. Ela identifica aquelas edificações que não foram entregues na sua originalidade, ou seja, faz uma varanda, uma extensão de esquina, tudo isso faz parte da mudança”, explicou o tenente coronel PM Naerton Gomes, comandante do 2º Batalhão do Comando de Polícia de Choque (CPChoque) da PMCE.

Trabalho ostensivo

Tanto a Polícia Militar do Ceará quanto a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) utilizaram de cães farejadores visando identificar a presença de armas e drogas no conjunto habitacional. Assim como tem sido feito nas operações integradas das forças de segurança, os policiais penais também realizaram um trabalho de acompanhamento de pessoas tornozeladas que residem no local. Profissionais do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) também integraram o efetivo da operação.

 


 

 (SSPDS)

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire