Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 3 de novembro de 2020

 


Apesar da Romaria de Finados em formato virtual e o pedido da Igreja para que os devotos do padre Cícero fiquem em casa, por causa da pandemia da covid-19, romeiros foram até Juazeiro do Norte, nesta segunda-feira (2), e homenagearam o “padrinho” em seu túmulo. A Capela do Perpétuo Socorro, onde o sacerdote está sepultado, recebeu um número constante de visitantes, apesar do controle na entrada das pessoas.  

A romaria, que se encerra nesta segunda, é o maior evento religioso do interior do estado, costumando atrair cerca de 300 mil pessoas, entre os dias 29 de outubro de 2 de novembro. Neste ano, acontece com programação exibida pela TV Web Mãe das Dores, canal da Basílica de Juazeiro do Norte, justamente para evitar a vinda dos fiéis, mas não foi possível conter a devoção do romeiro. 

Natural de São José da Laje (AL), a aposentada Maria de Lourdes Coutinho, viajou cerca de 510 quilômetros para Juazeiro do Norte para visitar o túmulo do Padre Cícero, algo que realiza há mais de quatro décadas. “Eu vim aqui pela primeira vez com meus pais e só deixei de visitar meu ‘padrinho’ quando tive doente”, conta. Mesmo sendo parte do grupo de risco da covid-19, com 72 anos, reforça: “Só deixo minha obrigação quando morrer”, enfatiza.  

A tradicional Missa de Finados, que desta vez aconteceu dentro da Capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, onde está sepultado o Padre Cícero, foi realizada sem fiéis dentro do templo. Mesmo assim, logo cedinho, às 6 horas, reuniu alguns devotos em sua porta. “Eu vim com todo cuidado, só com minha família, porque é uma tradição. Juazeiro faz parte da nossa vida”, conta o motorista Adauto Ribeiro, de Palmares (PE), que costuma levar 45 pessoas de ônibus até a cidade cearense. 

Cautela

O bispo da Diocese de Crato, Dom Gilberto, acredita que esta tradição de visitar o túmulo do Padre Cícero nunca deve ser rompida, pelo contrário, é necessária alimentá-la, “mas nós precisamos viver a realidade do momento e a realidade são estes cuidados que todos nós devemos ter com coronavírus e é preciso precaução”, ponderou. Como Igreja, acredita que a programação virtual foi uma forma de contribuir com a sociedade, o Ministério Público e autoridades sanitárias para conter a doença.  

A visita ao túmulo do Padre Cícero, que na última Romaria de Finados chegou a receber 100 mil pessoas, ficou restrita a 24 pessoas por vez, em fila, dentro da Capela do Socorro, das 8h às 17h. Sobre isso, o bispo acredita que foi importante “dentro da normalidade”, enfatizou. “Hoje é dia que recordamos nossos entes queridos e o Padre Cícero é queridíssimo por todos em Juazeiro. É justo que (os romeiros) possam, dentro dos critérios, observar e passar, fazendo sua oração e sua renovação de fé”, finalizou.  

A Basílica de Nossa Senhora das Dores reforçou que não houve registro de nenhuma aglomeração, apesar de reconhecer a visita de romeiros. Apesar das restrições, as missas foram liberadas com a presença de fiéis, mas com ocupação limitada para 50% da capacidade, observando medidas de segurança, como distanciamento entre os participantes, disposição de álcool em gel e uso de máscara. Na Basílica de Nossa Senhora das Dores foi necessário inscrição na Secretaria. Uma última missa, às 19h, encerra a programação.  

 

 

 

(Diário do Nordeste)

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire