Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 5 de dezembro de 2020


 De acordo com informações repassadas pelo portal de notícias online do G1, ainda durante este mês de dezembro, o Ministério da Economia irá enviar SMS para 2,6 milhões de pessoas que receberam o auxílio emergencial de forma ilegal, ou seja, sem ter direito ao benefício.


A intenção do governo federal é estes indivíduos cumpram os trâmites corretos e devolvam o mais rápido possível o dinheiro para os cofres públicos.


Segundo o Ministério da Cidadania, órgão responsável por gerir o auxílio emergencial, se cada beneficiário que recebeu os valores indevidamente devolvesse apenas uma parcela de R$600, os cofres públicos seriam restituídos em R$1,57 bilhão.


O Ministério prevê o envio de cerca de 4,8 milhões de mensagens de celular, acreditando que haverá a necessidade de encaminhar um aviso de reforço para aqueles que não se dispuserem a devolver o dinheiro após o recebimento da 1ª SMS.


Veja se você se enquadra nas 2,6 milhões de pessoas que terão que devolver o auxílio emergencial:


-Pertence à família com renda superior a três salários mínimos (R$ 3.135,00) ou cuja renda mensal por pessoa da família seja maior que meio salário mínimo (R$ 522,50);
-Tenha emprego formal;
-Está recebendo Seguro Desemprego;
-Está recebendo benefícios previdenciários, assistenciais ou benefício de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família;
-Recebeu rendimentos tributáveis acima do teto de R$ 28.559.70 em 2018, de acordo com declaração do Imposto de Renda.
-É servidor público
-É militar da ativa ou reservista


Quem tentou fraudar o sistema do governo e conseguiu o dinheiro extra sem ter direito ao benefício pode ser enquadrado nos crimes de falsidade ideológica e estelionato. A pena para estes crimes é de até 5 anos de prisão.


Fonte: noticializando

Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire