Você está em: NACIONAL // Notícia de Fagner Freire // 1 de fevereiro de 2021



No sábado (30), entrou em circulação a emissão especial que marca 2021 como o Ano Internacional de Eliminação do Trabalho Infantil, em apoio às ações da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e do Ministério Público do Trabalho (MPT).

No edital de lançamento, Martin Georg Hahn, diretor do Escritório da OIT no Brasil, destaca que, além de ilegal, o trabalho infantil priva crianças e adolescentes de uma vida normal, impedindo-os de frequentar a escola, estudar e desenvolver, de maneira saudável, as suas capacidades e habilidades. A eliminação desse problema é uma das prioridades da atuação da OIT, em sua missão de promover a justiça social e o trabalho decente para todas as pessoas.

Já o procurador-geral do Trabalho (MPT), Alberto Bastos Balazeiro, e a coordenadora nacional da Infância (MPT), Ana Maria Villa Real, lembram que a Constituição Federal, em seu art. 227, estabelece ser dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde e à educação, entre outros, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.

“A emissão, pelos Correios, de um selo postal referente a 2021 como o Ano Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil, tem por intuito mostrar à sociedade que crianças têm direitos a cuidados e assistência especiais, devendo viver plenamente a infância em um ambiente sadio e plural, bem como a urgência de se erradicar o trabalho infantil no Brasil, ferida social que tem como causas o racismo estrutural e a pobreza”, apontam os juristas do MPT.

A emissão – Com arte de Lídia Marina Hurovich Neiva (Correios), os selos – nos modelos gomado e autoadesivo – são ilustrados com várias crianças juntas, representando a diversidade, e a hashtag da campanha #ChegadeTrabalhoInfantil. A parte esquerda dos selos possui o desenho de um cata-vento colorido de 5 pontas, símbolo mundial da luta contra o trabalho infantil. Foram usadas técnicas de ilustração vetorial e computação gráfica.

O selo couchê autoadesivo tem tiragem de 1 milhão de unidades. A versão couchê gomado, 160 mil unidades. Ambos, com valor de 1º Porte da Carta. A emissão estará disponível na loja virtual e nas agências dos Correios de todo o Brasil.


(Correios/Imprensa)
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire