Você está em: NACIONAL // Notícia de Fagner Freire // 21 de abril de 2021

 


A Polícia Federal intimou o ex-candidato a prefeito de São Paulo Guilherme Boulos (PSOL) para prestar depoimento em um inquérito aberto para investigá-lo com base na Lei de Segurança Nacional. Ele terá que se apresentar na superintendência da PF em São Paulo no dia 29, às 16 horas. As informações são da coluna da jornalista Mônica Bergamo.

Boulos é acusado de ameaçar Jair Bolsonaro por ter publicado um tuíte sobre o presidente.

Em abril de 2020, depois de participar de um ato em frente ao Quartel General do Exército, em Brasília, em que os manifestantes pediam intervenção militar, Bolsonaro afirmou: "Eu sou a Constituição". A declaração remeteu a frase atribuída a Luís XIV, rei da França por 72 anos no século 17: "O Estado sou Eu". Boulos então escreveu: "Um lembrete para Bolsonaro: a dinastia de Luís XIV terminou na guilhotina...".

O deputado José Medeiros (Pode-MT), ligado ao presidente, representou contra Boulos no Ministério da Justiça. Por determinação do então ministro da Justiça, André Mendonça, a PF abriu um inquérito contra o líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST). Agora, ele deve comparecer à PF acompanhado por seu advogado, Alexandre Pacheco Martins.

No Twitter, Boulos se posicionou sobre a intimação. "A perseguição deste governo não tem limites", escreveu.

 

(O Povo)

 

Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire