Você está em: NACIONAL // Notícia de Fagner Freire // 22 de abril de 2021

 


A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) realizou um levantamento que mostra que gestores de quatro capitais e de outras cidades populosas do País têm sido pressionados por vereadores a adotar o chamado “kit covid”, grupo de medicamentos formado por difosfato de cloroquina, hidroxicloroquina e fosfato de oseltamivir (o tamiflu). Não há estudos científicos que comprovem, conclusivamente, a eficácia dos produtos no tratamento da Covid-19.

O levantamento, obtido pelo UOL, revela que Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Recife (PE) e Rio Branco (AC) fazem parte dos municípios cujas prefeituras enfrentaram problemas com as respectivas Câmaras Municipais. A FNP aponta que outras grandes cidades – como Santa Maria (RS), Ponta Grossa (PR) e Campinas (SP) – também tiveram problemas.

O prefeito João Campos (PSB), de Recife, afirma que  recebeu um “apelo” de vereadores da base aliada para fornecer os medicamentos à população. A prefeitura informou ao UOL que não trabalha com fármacos presentes no “kit covid”. Segundo a Secretaria da Saúde do município, “a decisão é baseada no surgimento de evidências científicas sobre a ausência de benefícios do uso dos medicamentos do ‘kit covid’ e sobre os efeitos colaterais provocados pelas drogas”.

 

(O Povo)

Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire