Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 6 de maio de 2021

 
Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde do governo Bolsonaro, prestou depoimento hoje na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado Federal. No ensejo, o político aproveitou para explicar dois momentos em que foi pego descumprindo regras sanitárias contra a pandemia.

No ano passado, Mandetta foi fotografado sem máscara em uma praia. Na ocasião, a imagem viralizou nas redes sociais. Em outro momento, ele foi flagrado jogando sinuca em um local.

A indagação foi feita pelo senador Eduardo Girão, no decorrer da fala do ministro na CPI.

“Em abril, senhor foi flagrado abraçando, cantando sem máscara, aglomerando no próprio Ministério da Saúde. Já em novembro de 2020, o senhor estava jogando sinuca. Isso foi um erro ou isso foi hipocrisia?”, questionou Girão.

Mandetta, por outro lado, defendeu-se dizendo que as vezes que foi fotografado sem máscara “aconteceram nas regras estabelecidas para aquele momento”.

“Estávamos em eleições municipais e esse estabelecimento estava aberto. Estavámos eu e meu filho, tendo uma conversa de pai pra filho, dentro do que eram as regras da minha cidade”, disse Mandetta.

A respeito de sua presença na praia sem máscara, ele alegou que ficou somente duas horas e foi embora.

“Voltando de uma visita que faço anualmente em Aparecida, desci pelo litoral e parei ali para ver uma praia, parei durante duas horas e fui embora”.

 
(Folha da República)

 

Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire