Você está em: CEARA // Notícia de Anselmo // 18 de maio de 2021


Um em cada cinco cearenses está enquadrado nos grupos prioritários para receber a imunização contra a Covid-19 nas fases atuais. A meta, no Estado, é vacinar nas fases iniciais 1.841.659 pessoas, o que representa 20,46% da população do Ceará. Os dados foram levantados pela reportagem a partir do vacinômetro da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). 

Contemplam os grupos prioritários, conforme o Plano de Operacional para Vacinação contra Covid no Ceará, da Sesa, na 1ª e 2ª fases: Trabalhadores da saúde; Idosos institucionalizados; Indígenas e quilombolas; Idosos; Deficientes institucionalizados; Trabalhadores da força de segurança e salvamento; Gestantes e puérperas; Pessoas com comorbidades; 

Ao longo da semana, a secretária-executiva de Vigilância e Regulação da Sesa, Magda Almeida, falou sobre a entrada do Ceará na terceira fase da vacinação contra a Covid-19. Fortaleza e outras cidades conseguiram avançar. "A gente prevê que, em até duas semanas, com o empenho que todos os municípios estão tendo, a gente consiga concluir a vacinação desses grupos", pontuou Magda. 

Tanto na rede pública quanto na rede privada é possível solicitar atestados e declarações médicas obrigatórios para a vacinação das pessoas com doenças crônicas que são prioridades. "É importante uma declaração, atestado médico ou relatório médico para indicar a aplicação dessa vacina", alertou a gestora. 
 
O POVO

 

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire