Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 12 de junho de 2021

 


Documentos enviados pelo Ministério das Relações Exteriores à CPI da Covid mostram que somente em 24 de fevereiro deste ano o governo federal pediu informações às embaixadas do Brasil no exterior sobre as cláusulas "leoninas" dos contratos com as farmacêuticas Pfizer e Janssen, fabricantes de vacinas. 

O governo usou as cláusulas estabelecidas pelas empresas para justificar a demora em fechar contratos com a Pfizer e a Janssen. A Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid no Senado investiga a razão de o governo ter fechado os contratos somente em 2021, já que as negociações se iniciaram em 2020. 

Segundo os documentos enviados pelo Itamaraty à CPI da Covid, aos quais a TV Globo teve acesso, o ministério fez o pedido às embaixadas a fim de avaliar se as cláusulas contratuais impostas pelas farmacêuticas para venda das vacinas eram bem aceitas por outros países.
 
O POVO
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire