Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 12 de julho de 2021

 


A Vara Única da Comarca de Graça acatou Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) em desfavor do ex-secretário da Saúde do Município de Graça, Walleson Maragone, e do tio dele, o empresário José Ueldo de Azevedo, por atos de improbidade administrativa. Segundo o MPCE, quando Wallesson Maragone era secretário, contratou a empresa do tio para fornecer insumos hospitalares, odontológicos e medicamentos à Secretaria da Saúde, em desobediência ao determinado pela Lei Orgânica do Município, que proíbe que prefeito, vice-prefeito e secretários municipais contratem empresas de parentes consanguíneos ou afins até o terceiro grau.  

O ex-secretário e o tio foram condenados pela Justiça à perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio; ao ressarcimento integral do dano causado, valor decorrente da contratação com empresa que não poderia participar da licitação, a ser apurado com exatidão em cumprimento de sentença; à suspensão dos direitos políticos por cinco anos; ao pagamento de multa civil correspondente a uma vez o valor do dano causado ao erário; e à proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoas jurídicas da qual seja sócia majoritária, pelo prazo de cinco anos.  

O promotor de Justiça Oigrésio Mores, na respondência da Promotoria de Justiça de Graça, ressalta que ambos praticaram atos que configuram improbidade administrativa, pois causaram danos ao erário e violaram os princípios da administração pública. Houve, ainda, enriquecimento ilícito, visto que o tio do ex-secretário auferiu lucros exorbitantes a partir dos valores repassados à empresa dele pelo Município de Graça.  

 

(MPCE)

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire