Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 14 de setembro de 2021

 


Um laudo da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) aponta que dez tiros foram disparados na joalheria do shopping Iguatemi, em Fortaleza, que terminou com a morte da gerente Carol Rocha, de 36 anos. Segundo o documento, cinco disparos foram feitos por parte do segurança da loja e outros cinco pelo assaltante. Os três primeiros disparos foram feitos pelo segurança da joalheira. Cinco assaltantes são réus pelo latrocínio ocorrido em 20 de agosto.

Conforme o laudo, o primeiro tiro saiu do segurança e atingiu uma vidraça do lado direto da entrada da loja. O segundo disparo atingiu uma barra de alumínio, próxima às vidraças. E o terceiro atingiu outra vidraça. O laudo mostra que após esses três tiros o assaltante revidou.

Após o tiro do assaltante, o houve o quarto tiro por parte do segurança da loja, que atingiu a gerente do estabelecimento enquanto era usada como "escudo humano" pelos assaltantes. Em seguida houve uma sequência de três tiros feitos pelo assaltante. 

 

(G1/CE)

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire