Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 3 de fevereiro de 2022





Ex-presidente e pré-candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva afirmou no Twitter nesta quinta-feira (3/2) que, caso seja eleito, romperá com a política de Preço de Paridade de Importação (PPI), vigente na Petrobras desde 2016.

“Não pode enriquecer o acionista [da estatal] e empobrecer a dona de casa”, escreveu na publicação, explicando que não manterá o “preço dolarizado”.

Em entrevista à Rede de Rádios Paraná, o candidato disse que os acionistas não são prioridade. O petista afirmou também que havia expectativas de que o Brasil, em 2022, alcançasse posição econômica muito melhor. “Nós esperávamos um Brasil desenvolvido em 2022, com 200 anos da Independência. E chegamos aqui com uma crise sanitária e um presidente irresponsável”, disse Lula, referindo-se ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

Lula já havia declarado os planos de intervenção na Petrobras anteriormente. Em outubro, por exemplo, disse que é responsabilidade do governo controlar os preços “subordinados” a ele. “Se o governo não controla os preços que estão subordinados a ele, não tem moral sequer para passar confiança”, pontuou.

A discussão acerca dos preços dos combustíveis é protagonista na política neste início de ano, devido às altas sucessivas no custo da gasolina e do diesel, pressionando a inflação e a economia familiar.

A resposta recorrente da Petrobras é que ela apenas replica os preços internacionais. Como o petróleo está em alta, o valor de seus derivados é diretamente afetado. A empresa destaca que interferência política nos preços dos combustíveis pode impulsionar sua desestruturação, como em governos anteriores.

Em novembro, porém, Lula declarou que adotará a mesma política de preços que marcou os governos do PT no período entre 2003 e 2016, no seu próprio mandato e no da ex-presidente Dilma Rousseff.

“Fui oito anos presidente da República; a Dilma foi por seis anos. A gente tinha efetivamente uma política de preços compatíveis com a boa sobrevivência da Petrobras”, avaliou.

Metrópoles
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire