Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 26 de abril de 2022


 
A ministra do Supremo Tribunal Federal, Rosa Weber, determinou na noite desta segunda-feira (25) que o presidente Jair Bolsonaro preste informações, em até dez dias, sobre o perdão concedido ao deputado bolsonarista Daniel Silveira (PTB).

Rosa weber é relatora de seis ações que contestaram a medida no Supremo.

O decreto do presidente foi editado na quinta-feira (21), um dia depois do Supremo condenar o deputado a oito anos e nove meses de prisão por estímulo a atos antidemocráticos e ameaças ao Supremo e a ministros da corte.

O presidente não apresentou os critérios para a concessão do benefício a Silveira no texto do decreto.

Daniel Silveira virou réu em abril do ano passado no âmbito do inquérito sobre atos antidemocráticos. Em fevereiro de 2021, foi preso por ter publicado um um vídeo no qual defende o AI-5, instrumento de repressão mais duro da ditadura militar, e pregado a destituição de ministros do STF, ambos os atos inconstitucionais.

UOL
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire