Familiares, amigos e admiradores de Jesse Koz se despedem de influenciador em Balneário Camboriú

 Admiradores se despedem de Jesse Koz, de 29 anos, nesta segunda-feira — Foto: Patrick Rodrigues/NSC

Amigos, familiares e admiradores se despedem do influenciador Jesse Koz, de 29 anos, que morreu em maio após um acidente de trânsito nos Estados Unidos, nesta manhã de segunda-feira (6). A cerimônia de despedida começou por volta das 11h em um crematório de Balneário Camboriú, no Litoral Norte. O velório seguirá durante a tarde e terá homenagens ao brasileiro.

As cinzas do Shurastey, cão de Koz que morreu junto com o tutor na colisão, serão enviadas ao Brasil em outro momento, em transporte feito por uma empresa especializada. Ainda não há data de quando elas chegam a Santa Catarina.

Cerimônia

A cerimônia acontece no Crematório Vaticano, próximo da BR-101, desde às 11h20. A previsão é de que o velório se estenda até as 18h, quando o corpo de Jesse será cremado no local.

Depois da cerimônia, a família de Koz irá receber algumas das mensagens de homenagem que amigos e admiradores enviaram por meio de uma página criada pelo crematório onde acontecerá a cerimônia. Algumas delas também serão passadas durante a transmissão ao vivo do velório.

Fevereiro de 2019 — Foto: Rpeodução/Redes Sociais 

Fevereiro de 2019 — Foto: Reodução/Redes Sociais

Cinzas de Shurastey

O corpo do golden retriever de 6 anos foi cremado em 26 de maio. O procedimento foi pago com recursos de uma vaquinha virtual, que bateu a meta de R$ 120 mil em cerca de três horas. Segundo a família de Koz, o Crematório Vaticano fará uma cerimônia restrita à família para a entrega das cinzas dos dois em data a ser definida.

A viagem de Koz e o cão fazia parte do projeto “Shurastey or Shuraigow?”, uma adaptação inspirada na música “Should I Stay or Should I Go” (traduzido do inglês, Devo Ficar ou Devo Ir), da banda The Clash. Junto de Dodongo, como o fusca que o brasileiro conduzia quando sofreu o acidente foi apelidado, eles percorreram 17 países.

A dupla era acompanhada por mais de 400 mil seguidores nas redes sociais. O destino final da viagem era o Alasca. No Instagram, o perfil da iniciativa ultrapassou 1,5 milhão após a morte da dupla. 

 

 

(g1)

Tags