Idosa completa 105 anos e ganha comemoração em Santa Quitéria

 Moradora do distrito de Raimundo Martins, em Santa Quitéria, a 229 quilômetros de Fortaleza, Qu...

Nascida em 13 de junho de 1917, uma moradora do distrito de Raimundo Martins, em Santa Quitéria, a 229 quilômetros de Fortaleza, completou 105 anos de idade. Para muitos, parece impensável chegar vivo a essa idade. Por isso, Quitéria Duarte de Negreiros ganhou uma comemoração especial ao lado da família e amigos no último domingo, 19.

Sentada na calçada de casa, a idosa foi homenageada por uma banda local, a qual realizou uma apresentação para celebrar a data e a longevidade dela. A homenagem foi registrada em vídeo pelo sobrinho da anciã, Marcos Pereira.

Na ocasião, dona Quitéria Negreiros enalteceu o momento. “Eu tenho muito prazer em viver. Mas, com Deus no meu coração e na minha vida, isso para mim é uma alegria e é um prazer muito grande que eu tenho. Agradeço por essa maravilhosa hora em que estamos aqui com essa multidão reunida. A música tocando foi muito bonita”, diz.

Apesar do tempo, a idosa relembra momentos importantes durante a vida. Dentre eles, destaca o período sofrido que foi a seca de 1932, quando a família dela precisou se mudar para buscar melhores condições de vida. “Meu pai foi embora para General Sampaio, e lá ele conseguiu emprego para trabalhar e conseguir o comer para nossa família”, lembra.

Para ela, o momento mais feliz em que vive é o tempo presente. A idosa relembra que o passado era muito diferente e sofrido. “Hoje é muito melhor. Antes, eu sofri muito, nesse passado. Eu acho muito melhor o presente”, comenta.

Dona Quitéria Duarte nasceu na cidade de Santa Quitéria e casou, aos 17 anos, com Antônio Pires de Mesquita, conhecido como "Timóteo", que veio a falecer com o tempo.

O casal teve sete filhos: Tonico, Raimundo, Milton, José, Assis, Pedro e Luzanira. Atualmente, conforme o sobrinho da idosa Marcos Pereira, Dona Quitéria é avó de 35 netos, 34 bisnetos e 15 tataranetos.

 

 

(O Povo)

Tags