Imagem mostra destruição no interior de apartamento no Cocó

 Imagens mostram interior de apartamento no Cocó, em Fortaleza, destruído após chamas — Foto: TV Verdes Mares/Reprodução

Imagens obtidas pela TV Verdes Mares mostram o interior do prédio residencial atingido por um incêndio na tarde desta quarta-feira (22) no Bairro Cocó, em Fortaleza. O edifício tem 24 andares e fica na Rua Andrade Furtado. O fogo atingiu um apartamento no 22º andar e ninguém ficou ferido.

Nas imagens percebe-se que tudo foi destruído. O fogo destruiu móveis, eletrodomésticos, vidraças, fiação elétrica, o teto do apartamento e danificou até a tinta das paredes. O Corpo de Bombeiros foi acionado e esteve no local com quatro equipes de salvamento e escadas para auxiliar no acesso à unidade.

Os bombeiros afirmaram que, devido aos ventos fortes no momento do incêndio, as equipes tiveram dificuldades para controlar as chamas. Houve risco de o fogo se espalhar e atingir outro apartamento. O incêndio foi controlado por volta das 16h.

Conforme o coronel Ronaldo Roque, comandante geral do Corpo de Bombeiros, não houve vítimas, ou danos estruturais ao prédio. Quatro pessoas estavam no apartamento ao lado e foram retiradas pelos agentes.

"Eles estavam tranquilos no local, apenas não queriam sair por causa da fumaça. Quando a gente chegou diminuiu as condições de fumaça e a gente rapidamente retirou, descendo o local calmamente. Como uma delas tinha síndrome do pânico, ela foi levada ao hospital da Unimed, apenas para tratamento inicial com o médico".

Susto com a fumaça

Andar de prédio pega fogo em condomínio no Bairro Cocó, em Fortaleza

Andar de prédio pega fogo em condomínio no Bairro Cocó, em Fortaleza

A empregada doméstica Marinete Paulino trabalha no apartamento ao lado do que pegou fogo e relatou sobre a dificuldade em conseguir sair do andar em razão da fumaça. "Quando a gente percebeu o apartamento já estava todo cheio de fumaça. Não dava mais pra gente descer. Eu abri a porta pra gente descer e a gente não enxergou mais nada. Eu liguei pra minha filha porque a gente tava desesperada, eu achei que eu fosse morrer. Mas a gente se salvou, graças a Deus".

O veterinário Marcones Sampaio estava no nono andar do prédio e relata que ouviu um barulho forte, antes de perceber que os outros moradores do edifício tentavam sair.

"A gente mora no 9º andar e ouvimos as explosões. Depois ouvimos uma gritaria, pessoas falando que o prédio tá pegando fogo e a gente resolveu descer pela escada de incêndio. Muita gente, um nervosismo muito grande. Tinha muita gente descendo pela escada, todo mundo se ajudando, todo mundo foi muito solidário nessa hora". 

 

(G1/CE)

Tags