Mercado São Sebastião passará por revitalização até o fim de 2022

 A requalificação deverá contemplar, principalmente, o setor C, por ser, das ...

Foi assinada na manhã desta sexta-feira, 24, a ordem de serviço para reforma do Mercado São Sebastião. A previsão é de que a reforma tenha início imediato e seja finalizada até o fim deste ano. "O tempo de duração será de seis meses. As obras devem iniciar imediatamente e devemos terminar até o fim do ano", afirmou o prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), que esteve no local acompanhado de secretários e parlamentares.

De acordo com Sarto, o investimento será de cerca de R$ 1 milhão e contará com um suporte financeiro vindo de uma emenda parlamentar do deputado federal André Figueiredo (PDT).

A requalificação deverá contemplar, principalmente, o setor C, por ser, das três alas, a que mais apresenta avarias. Para o bloco, estão previstas intervenções na cobertura metálica, além de uma reforma geral e pintura das esquadrias.

O Mercado também receberá melhorias nos equipamentos de prevenção a incêndios e passará a ter uma canalização exclusiva de gás, além de receber uma requalificação da pavimentação e das sinalizações do estacionamento. O projeto ainda contempla melhorias nas rampas e escadas que dão acesso ao equipamento.

Expectativa de comerciantes e clientes

"Sempre que tava chovendo, durante esse período da quadra chuvosa, ficavam muitas goteiras, nesses últimos anos. A expectativa é de que as coisas possam melhorar", relata Renan Ferreira, 48, que trabalha no local há 15 anos.

Os comerciantes relataram na manhã desta sexta-feira, 24, que o pedido por intervenções da Prefeitura é uma demanda antiga. Para Francisco Cunha, 65, a reforma chega em boa hora. "Isso aí é muito importante, super apoio esse tipo de melhoria. Espero que termine antes das chuvas do ano que vem", destaca.

Os clientes também receberam a notícia com alegria. "São 20 anos comprando aqui, mas na época de chuva é ruim, espero que melhore. Vai ficar ótimo se melhorarem esse teto", opina o empresário Raimundo Muniz, 60.

O teto do local também é a principal preocupação do aposentado Francisco Gomes, 63. "O Mercado estava precisando disso, e não é de hoje. Quando ajeitarem esse teto, vai ficar melhor para a gente comprar.”

No setor C, é possível observar que lonas foram colocadas em parte da estrutura para evitar que a chuva e o sol causem estragos aos produtos comercializados no Mercado. Com os buracos no teto, a presença de pombos também é uma constante no local.

Mercado São Sebastião: 25 anos sem reforma

Desde 1997, ano em que o Mercado São Sebastião foi reinaugurado, a estrutura ainda não havia passado por uma grande intervenção, é o que afirma Firmo Bezerra, administrador do local.

A reforma do Mercado havia sido anunciada em setembro de 2021, pelo próprio prefeito José Sarto, mas, de acordo com Firmo, devido à proximidade da quadra chuvosa, não foi possível iniciar as intervenções no fim do último ano.

"Esse tempo foi fundamental para fazermos um planejamento junto ao Município, para que as obras aconteçam sem a necessidade de interromper o trabalho dos permissionários", explica.

Ainda de acordo com o administrador, o Mercado passará a ter "diversos canteiros de obra" para que a intervenção seja realizada no menor tempo possível. "É a primeira grande reforma, aguardávamos com ansiedade este momento. Serão reformas pontuais, que não irão atrapalhar o nosso funcionamento", finaliza.

 

 

(O Povo)

Tags