Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 9 de junho de 2022

 Segundo o Procon, algumas contas de energia poderiam passar de mais de R$ 100,00 de aumento, quando realizado parcelamento pelo cartão de crédito — Foto: G1 CE

O Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza) notificou, nesta quarta-feira (8), a Enel Ceará para prestar esclarecimentos sobre a promoção, divulgada pela empresa no pagamento de contas de energia pelo aplicativo PicPay, que oferece "cashback" (dinheiro de volta) de R$ 12,00 para o consumidor que pagar a fatura usando o cartão de crédito.

Para o Procon, a suspeita é de publicidade enganosa, tendo em vista que os R$ 12,00 de cashback, prometidos pela concessionária, estão atrelados ao pagamento com cartão de crédito pelo aplicativo PicPay, de duas faturas de energia consecutivas nos meses de junho e julho, o que não cobre as taxas de juros e de conveniência cobradas. Algumas contas de energia poderiam passar de mais de R$ 100,00 de aumento, quando realizado parcelamento.

A Enel informou ao g1 que as taxas de conveniência e juros foram definidos pelo PicPay. Já o PicPay informou que as taxas cobradas são as mesmas aplicadas em outras transações com cartões de crédito. Veja as respostas completas abaixo.

Conforme o Procon, uma conta de energia, de R$ 420,00 no pagamento à vista, por exemplo, passaria para R$ 436,75, caso parcelada, com taxa de conveniência de 3,99%, já superando os R$ 12,00 de cashback prometidos. Se a mesma conta for parcelada em dez vezes, o valor original saltaria para cerca de R$ 538,30. Nesta última, além da taxa de conveniência de 3,99%, são acrescidos juros mensais de 3,99% para cada parcela.

"A migração para este tipo de pagamento nos parece ser mais onerosa ao consumidor e isto não ficou claro na parceria divulgada pela Concessionária, ao contrário, anunciada como algo benéfico e que facilitaria o pagamento de contas. O Código de Defesa do Consumidor preza pela informação clara, precisa e ostensiva", esclareceu a diretora do Procon Fortaleza, Eneylândia Rabelo.

O que disse a Enel

A Enel Distribuição Ceará informou que as taxas de conveniência e os juros não foram definidos pela distribuidora para compor a campanha, fazendo parte das decisões financeiras da carteira de pagamentos PicPay.

A empresa disse ainda que não arrecada quaisquer valores extras pagos nessa modalidade além do total já emitido na fatura de energia encaminhada aos seus clientes e que todas as condições referentes à campanha estão disponibilizadas no regulamento da parceria e pode ser acessado no site da concessionária.

Por fim, a distribuidora reforça que essa iniciativa faz parte de ações que visam oferecer mais opções de pagamento da conta de luz e também incentivar o uso dos meios digitais para facilitar o dia a dia dos clientes.

O que disse a PicPay

A PicPay informou que a taxa que incide sobre os pagamentos é a mesma cobrada em outras transações realizadas com cartão de crédito no aplicativo (à vista ou parceladas), e remunera o serviço prestado pelo aplicativo.

A empresa disse ainda que outros pagamentos realizados com saldo do cliente, no aplicativo do PicPay, por exemplo, não possuem cobrança de taxa. Sempre que há cobrança de taxa, o usuário é informado do custo total que terá antes de realizar o pagamento. 

 

(G1/CE)

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire