Você está em: NACIONAL // Notícia de Fagner Freire // 29 de junho de 2022

 https://campolimpodegoias.go.gov.br/wp-content/uploads/2021/09/Luiz-Gustavo-Photographer-1-de-1-e1632321225427.jpg

Um trabalho conjunto entre as Polícias Civis do Estado do Ceará (PC-CE) e do Estado de Goiás (PC-GO) resultou na captura de um suspeito, que é padrastro de uma adolescente de 12 anos e investigado por estupro de vulnerável. A prisão ocorreu na cidade de Campo Limpo, Estado de Goiás, nessa quarta-feira (29), por força do cumprimento de um mandado de prisão preventiva. O crime foi registrado em maio deste ano na cidade de Uruburetama – Área Integrada de Segurança 17 (AIS 17) do Ceará.

Um inquérito policial foi instaurado pela Delegacia Municipal de Uruburetama, no Ceará, para investigar um estupro de vulnerável contra a vítima. Segundo levantamentos policiais, o crime era praticado há pelo menos um ano e foi confirmado por exame pericial. Após tomar conhecimento da denúncia, o suspeito deixou a cidade, fugindo para o interior do Estado do Centro-Oeste brasileiro.

Ele foi identificado e, contra ele, foi expedido um mandado de prisão preventiva. Após troca de informações entre as Polícias Civis dos dois estados, o homem foi encontrado e o mandado de prisão foi cumprido. Ele não resistiu ao cumprimento do mandado de prisão preventiva e, agora, passa pelos procedimentos cabíveis. 

(Para preservar a identidade da vítima, o nome do suspeito não será divulgado).

 

(SSPDS)

Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire