Você está em: CEARA // Notícia de Edina Farias // 17 de julho de 2022

 Cearense aprovado em vestibular de medicina aos 64 anos, Francisco Almir Freitas passava de seis ...

O enfermeiro Francisco Almir Freitas, de 64 anos, foi um entre os dez primeiros colocados em um vestibular para o curso de medicina de uma faculdade particular de Quixadá, a 167 km de Fortaleza. Mesmo já aposentado, Almir segue em atuação na área da saúde como enfermeiro do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) em Fortaleza e, agora, vê a oportunidade de cursar medicina como uma forma de continuar ajudando a cuidar das pessoas.

Formado em enfermagem desde a década de 1990 pela Universidade Estadual do Ceará (Uece), Almir se aposentou trabalhando no Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC), da Universidade Federal do Ceará (UFC) em 2018. Ele dará início à graduação em medicina ainda em agosto deste ano.

O desejo de entrar para o curso vem de muito tempo. Almir teve a própria mãe como fator que o inspirou a perseguir o sonho de ser médico. Ela também atuava na área da saúde e admirava muito a profissão. Com mais de 30 anos na enfermagem, Almir parte para a nova etapa como forma de dar continuidade ao que diz que preenche seus dias com alegria. 

"Tive a oportunidade de estudar medicina antes, mas a pedido da minha mãe não fui. Ela me disse: 'meu filho, não me deixe não, não faça isso agora não. Quando eu morrer você faz medicina onde quiser e, de onde eu estiver, estarei olhando por você'. Eu era um filho muito chegado e ela fez muito por mim. Agora tenho a oportunidade de realizar o nosso sonho", declarou Almir.

Foram quatro anos estudando de domingo a domingo para vestibulares de medicina. O aposentado dedicava de quatro a seis horas do dia para os estudos. Diz que recebia ajuda da esposa, dos três filhos, de professores particulares e cursinhos. E Almir manteve essa rotina sem abandonar o trabalho no Hemoce.

A prova do vestibular foi realizada no mesmo dia do seu aniversário de 64 anos. Almir conta que acabou se presenteando com o bom desempenho no exame. Ele teve a notícia de que havia sido aprovado durante um passeio com a esposa, quando recebeu um email da universidade confirmando o resultado.

"Eu e minha esposa estávamos em um almoço e, ao abrir meu celular, vi que tinha uma mensagem no meu e-mail. Quando abri era da faculdade me parabenizando pela aprovação no vestibular. Quase soltei o prato, foi uma alegria muito grande. Um momento muito bonito e muito feliz da minha vida", relembrou.

Francisco Almir foi aprovado em nono lugar no vestibular de medicina de universidade particular quixadaense
Francisco Almir foi aprovado em nono lugar no vestibular de medicina de universidade particular quixadaense (Foto: Arquivo Pessoal)

Ele agora irá se mudar para a cidade de Quixadá para frequentar as aulas. O enfermeiro conta que a transferência já foi acertada com a esposa e com o Estado.  

"Já consegui transferir o meu emprego no Hemoce daqui para o de Quixadá, irei fazer a faculdade em período integral e cumprir plantões no trabalho pelo turno da noite. Quanto à família, meus filhos todos já têm o seu cantinho e eu e minha esposa, que também trabalha em outra cidade, nos veremos todos os fins de semana e sempre que pudermos. A rotina mudou por completo, mas nossa casa estará nos esperando", concluiu o aposentado.

O Povo

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire