Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 2 de julho de 2022




Uma mulher foi considerada culpada por assassinar o próprio filho depois de alimentá-lo com uma dieta rigorosa. Sheila O’Leary, de 39 anos, pode pegar prisão perpétua depois de o bebê de 18 meses, que só comia frutas e vegetais, morrer.

De acordo com o New York Post, o julgamento de Sheila ocorreu na quarta-feira (29/6), na Flórida, Estados Unidos. A criança pesava apenas 17 quilos quando veio a óbito, sete quilos abaixo da média considerada saudável para um bebê.


A mulher e o marido dela, Ryan O’Leary, afirmaram à polícia que o menino, apesar de amamentado, tinha uma “dieta vegana rigorosa”, mas que não comia há uma semana. Também declararam que o pequeno “tinha dificuldades para dormir”.

Autópsia realizada apontou que o bebê morreu de desnutrição. Os promotores do caso acusaram a mulher de negligenciar atendimento médico ao próprio filho. Agora, as autoridades se preocupam com o futuro dos outros três filhos do casal, que também têm dieta vegana.


Metrópoles


Unsplash


Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire