Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 26 de julho de 2022

 

Um major da Polícia Militar é investigado por agredir uma empregada doméstica que trabalha em sua casa, no Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste do Rio. A vítima levou um tapa no rosto por ter chegado atrasada no serviço.

Imagens de câmeras de segurança mostram que Patrícia Peixoto entra no elevador com seu patrão, o major Bruno Chagas, por volta das 10h18.

Os dois discutem e o PM mantém pouca distância da funcionária, enquanto aponta com o dedo para o seu rosto. Patrícia, então, empurra Chagas, que dá um tapa em seu rosto.

“Deixei minha filha, de 1 ano, com pneumonia em casa. Tinha sido uma noite horrível, e eu deixei ela para ir trabalhar e levar um tapa”, disse a vítima ao RJ1, da TV Globo.

O caso aconteceu na manhã do último dia 18. O caso foi registrado na 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes e a defesa de Patrícia entrou com um pedido de medida protetiva contra o major.

Segundo a Polícia Militar, a Corregedoria da corporação abriu uma investigação sobre o caso.

 

(Metrópoles) 

 

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire