Campeão mundial de jiu-jítsu, Leandro Lo é assassinado com tiro na cabeça

  (crédito: Reprodução/Instagram @leandrolojj)

O multi-campeão mundiaL de jiu-jítsu Leandro Pereira do Nascimento Lo, 33 anos, morreu neste domingo (7/8) após levar um tiro em uma festa no Clube Sírio, no bairro de Indianópolis, na Zona Sul de São Paulo.

Leandro Lo foi baleado na cabeça após uma briga durante o show de pagode do grupo Pixote no Clube Sírio. O advogado da família, Ivã Siqueira Junior, contou, em entrevista ao G1, que o atleta teve uma discussão e, para acalmar a situação, imobilizou o homem. Ao se afastar, o agressor sacou uma arma e atirou uma vez na cabeça de Leandro.

Ele contou ainda que, após o disparo, o homem deu dois chutes no lutador caído ao chão e, em seguida, fugiu. Poucas pessoas ouviram o barulho do tiro por conta do som alto vindo do show.

Segundo um amigo de Lo que presenciou o crime, o autor do disparo estava sozinho e provocou o atleta e cinco amigos, que estavam em uma mesa. “Ele chegou, pegou uma garrafa de bebida da nossa mesa. O Lo apenas o imobilizou para acalmar. Ele deu quatro ou cinco passos e atirou”, relatou, também em entrevista.

Lo foi socorrido e levada ao Hospital Municipal Saboya, no Jabaquara, também na Zona Sul de São Paulo.

Multicampeão de jiu-jítsu

Leandro Lo foi oito vezes campeão mundial de jiu-jítsu. A última vitória foi na categoria meio pesado, em 2022. O primeiro título foi em 2012, na categoria peso leve. Em uma postagem no Instagram, o atleta afirmou que esses dois títulos foram “as duas conquistas mais importante da carreira”.

“O primeiro [título] é a sensação de conseguir ser campeão mundial, esse foi eu ainda consigo ser campeão mundial, as duas melhores sensações da minha vida. Obrigado a todos que estão sempre comigo, na alegria na tristeza!”, escreveu.

 

 

(g1)

Tags