Você está em: CEARA // Notícia de Anselmo Bandeira // 4 de dezembro de 2018


O futebol cearense teve um quadro famoso, na virada do século, de comprovação na adulteração de certidão de nascimento, situação simular a do jogador Ernandes, que jogou uma partida pelo Ceará na Série A e corre o risco de ser punido. Em 2000, o tabelião do Cartório de Registro Civil de Ipu, Francisco de Assis Araújo Tavares, confirmou uma irregularidade no documento do atacante Clodoaldo, então destaque do Fortaleza. Na ocasião, o clube não foi punido, o que deve ocorrer o mesmo no caso Ernandes, com Ceará e Goiás envolvidos.

Na época, o atleta tinha um registro falso junto à Federação Cearense de Futebol (FCF), onde constava a data de nascimento no dia 28 de dezembro de 1980. A farsa foi comprovada depois da apresentação do livro de registro do cartório. "Clodô" nasceu praticamente dois anos antes, no dia 22 de dezembro de 1978.  

Como punição, o então presidente da FCF, Fares Lopes, suspendeu preventivamente o "Baixinho" por 29 dias. Com isso, Clodoaldo ficou de fora da decisão do Campeonato Cearense 2000.

Diário do Nordeste
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire