Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 11 de setembro de 2020



“Leo Granada”. Esse é o vulgo de um homem foragido da Justiça preso na manhã desta sexta-feira (11), após um trabalho da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE). Com registro civil de Francisco Leonardo da Silva Silvestre, o homem de 27 anos estava com mandado de prisão em aberto oriundo da Vara de Delitos de Organização Criminosa. A captura dele se deu após um trabalho de equipes da Dissuasão Focada do Departamento de Polícia Judiciária da Capital (DPJC).

Com base em informações sobre a localização de “Leo Granada”, os policiais civis diligenciaram até o bairro Luzardo Viana, na cidade de Maracanaú, na Área Integrada de Segurança 12 (AIS 12) do Ceará. Ao perceber a chegada dos investigadores, o homem tentou fugir, mas foi contido pelos agentes. Além de responder criminalmente por tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse de entorpecentes, porte ilegal de arma de fogo, corrupção de menores e receptação, Leonardo é apontado como um dos chefes de uma organização criminosa com atuação nos bairros Bom Jardim, especialmente na comunidade conhecida por “Luminosa”; Conjunto Ceará, Genibaú, Granja Lisboa, Granja Portugal e Siqueira, territórios que estão inseridos na Área Integrada de Segurança 2 de Fortaleza.

Após buscas no imóvel onde o suspeito estava quando tentou fugir, a Polícia Civil apreendeu celulares, relógios, um notebook, uma caderneta com anotações advindas de atividades ilícitas e também um dechavador de maconha no formato de granada, objeto que faz alusão à alcunha do suspeito. Ele foi encaminhado à sede do 28° Distrito Policial (DP), onde a decisão judicial por integrar organização criminosa foi cumprida. Agora, ele será encaminhado a uma unidade prisional do Estado onde cumprirá pena pelo crime.

O diretor do Departamento de Polícia Judiciária da Capital da Polícia Civil, Danilo Rafanelle, explica que a partir da prisão de “Leo Granada”, a Polícia Civil aprofundará as investigações para identificar envolvimento dele em Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) registrados na região de atuação do grupo que ele pertence. Rafanelle cita ainda a importância do trabalho que vem sendo realizado pela Dissuasão Focada. Em operações recentes, ocorridas em agosto e setembro, que contaram com o envolvimento do DPJC e dos Distritos Policiais de Fortaleza, em torno de 27 suspeitos de crimes na Capital foram capturados.

“Esse trabalho qualificado tem como escopo principal proporcionar a contenção da violência, o recuo de práticas delitivas e, consequentemente, baixa nos índices de criminalidade. Através de uma atuação única, constante, eficaz e inteligente, a Dissuasão Focada também objetiva ser fonte de informação para todas as outras forças de segurança do Estado. Inclusive, para tomada de decisões em nível macro e estratégico. Por fim, mas não menos importante, o projeto trará, com o controle da criminalidade, uma relevante melhora na qualidade de vida da sociedade cearense”, destaca.


(SSPDS)
Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire