Você está em: NACIONAL // Notícia de Anselmo // 2 de fevereiro de 2021




Após o megavazamento de dados de 223 milhões de CPFs, 40 milhões de CNPJs e 104 milhões de registros de veículos, ocorrido no dia 18 de janeiro, informações de 39.645 brasileiros e 22.983 empresas nacionais começaram a circular livremente e gratuitamente na internet. Mas como saber se os meus daos fazem parte da lista?

Para responder a esta questão, o desenvolvedor Allan Fernando criou uma plataforma que dá acesso a essas informações. Chamada de "Fui Vazado", a plataforma mostra quem foi afetado pela falha de segurança e quais informações vazaram. Basta acessar o site, informar o número do CPF e a data do nascimento e realizar uma verificação no estilo Captcha.

Em entrevista ao portal TecMundo, Allan Fernando afirma que o site apenas bate as informações fornecidas pelo usuário com os detalhes encontrados nos bancos de dados vazados e que a plataforma não guarda as credenciais utilizadas na verificação.

O site "Fui Vazado!" também pode ser consultado por pessoas jurídicas. Para isso, basta realizar o mesmo processo, informando o CNPJ da empresa. Os bancos de dados que estão circulando na internet incluem informações de aproximadamente 40 milhões de negócios. Outra alternativa é acessar o site Syhunt, desenvolvido pela firma de segurança de mesmo nome. O procedimento exige apenas o número do CNPJ de sua empresa.

Especialistas estimam que, no total, o hacker tem em mãos quase 1 TB de informação: 650 GB de pessoas físicas, 200 GB de pessoas jurídicas e outros 23 GB referentes às informações de veículos. Um dos dados mais assustadores de todo o vazamento, o pacote com fotos de rosto, tem cerca de 16 GB - a empresa estima que isso se refira a imagens de 1,1 milhão de pessoas.


UOL
Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire