Você está em: NACIONAL // Notícia de Fagner Freire // 18 de junho de 2021

 


Dois policiais civis foram presos na manhã desta sexta-feira (18) em uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público de São Paulo.

De acordo com investigações, os dois policiais que atuam na sede do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), sequestraram e extorquiram dinheiro de Bruno Fernando de Lima Flor, o Armani, integrante da cúpula da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). O crime ocorreu em 24 de julho de 2020. 

Segundo o Gaeco, os policiais do Deic entraram na casa do criminoso sem ordem judicial, pegaram R$ 15 mil e depois levaram ele para a delegacia, que foi usada como uma espécie de cativeiro, e passaram o dia exigindo dinheiro para liberá-lo. Inicialmente, eles teriam exigido R$ 300 mil, mas depois fecharam um acordo por R$ 75 mil.

Outros quatro policiais civis e dois advogados são alvos de buscas.

A sede do Deic, uma das unidades especializadas mais importantes da Polícia Civil de São Paulo, localizada no Carandiru, na Zona Norte da capital, é alvo de buscas nesta manhã.

 

(G1)

 

Caderno: NACIONAL
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire