Você está em: CEARA // Notícia de Fagner Freire // 7 de março de 2022

 Muro da escola em Pentecoste apareceu pichado com palavras de ordem contra os crimes sexuais — Foto: Reprodução/Notícias de Pentecoste

O professor de uma escola estadual da cidade de Pentecoste, no interior do Ceará, foi afastado das atividades de ensino por determinação da Justiça, na sexta-feira (4), após ter sido denunciado pelo Ministério Público do Ceará (MPCE). Ele é investigado pelos crimes de importunação e assédio sexual de estudantes da escola em que dava aulas.

Os crimes ocorreram em uma escola pública do estado. O MPCE ainda argumenta que ele teria tentado coagir pessoas durante o processo criminal. Em protesto pelos crimes do docente, o muro da instituição de ensino foi pichado com a frase "Escola é pública; meu corpo não".

Na quinta-feira (3), o promotor de Justiça Jairo Pequeno Neto foi denunciado pelos crimes e pediu a aplicação das medidas cautelares para que ele fosse afastado das funções de docente.

A Justiça, assim, determinou pela suspensão "de qualquer atividade escolar onde tenha contato com alunos até que sejam finalizadas as ações penais interpostas contra ele", informou o MPCE.

O professor também foi proibido de frequentar qualquer unidade escolar do sistema público e de se comunicar com as vítimas e testemunhas do processo.

 

(G1/CE)

Caderno: CEARA
Obs.: Os comentários abaixo postados, não refletem as opiniões do Ipu Notícias
Comentários
0 Comentários

0 comentários

Faça seu Comentário

Todos os comentários são lidos e moderados previamente
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto da matéria
- Não serão aceitos comentários difamatórios
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros sites ou blogs

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do IN

2010 - Portal Ipu Notícias . Todos os Direitos Reservado. - Desenvolvido por Fagner Freire